sábado, 26 de agosto de 2017

BARRANCOS, A DEGRADAÇÃO LEGALIZADA!


Resultado de imagem para barrancos tourada


                   

DIVERSÃO

FESTA

APLAUSOS  

TRADIÇÃO

"CULTURA" E VÍTIMAS!



       Quantas vítimas estarão nesta foto?



   A mais evidente é um animal que foi torturado e morto, vítima da ignorância, do sadismo, das frustrações, dos vícios e da demência de uma comunidade. 

   É um ser senciente que foi torturado e morto para diversão alheia e uma morte perfeitamente legal, mesmo em frente da igreja matriz e com a bênção da mesma.   

   Um animal foi torturado e morto por outros animais que se consideram superiores a ele e que se excitam com o cheiro do seu sangue, a visão da sua dor e o supremo poder de matar sem serem punidos!

  Todos eles são igualmente vítimas, embora se achem heróis!


    São as vítimas das rotinas, do meio em que nasceram, do atraso civilizacional em que subsistem, da manipulação e da revolta contida que os priva de se sentirem humanos, mas cujo excesso de bebida lhes extravasa os instintos bouçais, quando o odor a suor paira no ar, a vista se lhes turva e os pés esmagam o sangue que escorre no solo, misturado com as fezes do animal moribundo que aguarda submisso e humilhado o derradeiro golpe, enquanto finalmente os seus carrascos se sentem os heróis aplaudidos pela plateia primitiva e doente. 

  Barrancos é o prato completo da degradação humana!

  Barrancos é o expoente máximo de um país decadente e vendido. 

  Barrancos  é a cópia fiel dos sucessivos governos vindos de uma pseudo revolução que apenas perpetuou a ignorância de um povo, com os falsos argumentos de igualdade e educação para todos.  

   Barrancos e Reguengos de Monsaraz são as excepções que a falta de coragem não deixou que se generalizassem por este país fora e o saudosismo submisso da pegada espanhola que é tudo menos utópico e enquanto por cá se baixa a cabeça às centrais nucleares junto à fronteira, se fecham os olhos aos touros de fogo de Benavente e se recebem reizinhos em apoteose nesta república abananada, o povinho tortura touros para não ficar para trás desses "hermanos" que de uma ditadura feroz, só conseguiram evoluir para uma monarquia esbanjadora, com um rei assassino de elefantes, porque o gosto pela tortura lhes corre nas veias. 

     E é assim que as tão convenientes vítimas da ignorância, continuam a existir, porque os lobbies e a corrupção se tornaram tão banais que só quem não dorme os notam, enquanto outros os aplaudem, porque afinal a culpa não é dos "patos bravos" que nos governam, mas sim dos touros, porque há quem diga que são muito bravos...   
      

   
      
      
    



3 comentários:

  1. Como é possível que o Sampaio, quando presidente, tenha dado o seu aval á lei que permite este espectáculo, esta tortura, contrariando a lei que proíbe Touros de morte em Portugal... por imposição duma população ignorante que de cultura só conhece a ligada ao vinho !!
    Sampaio ficará na história como um APOIANTE de MAUS TRATOS AOS ANIMAIS !!!

    ResponderEliminar